quinta-feira, 14 de outubro de 2010

SWU

Dia 8 de agosto de 2010 eu e meu noivo Davi, pegamos o avião da TAM rumo a Campinas, São Paulo. Chegando lá, o programado era um ônibus da pousada estar esperando a gente, o que não aconteceu. Liguei pra pousada, dei 300 gritos pra mulher e ela enfim mandou um taxi pegar a gente.
Tava muito tarde, e muito frio quando chegamos, aquele lugar estranho dava medo à noite, mas logo encontramos Thiago, um rosto conhecido!! Jogamos tudo no quarto que já tínhamos visto fotos pela internet, e que ao vivo nem parecia tão ruim assim, e fomos ao encontro do outro rosto conhecido, Turan. 
O frio não permitia uma confraternização ao ar livre, então todos no meu quarto ficamos contando causos de como chegamos naquele lugar, e imaginando o que aconteceria nos outros dias que estavam por vir.

Depois de uma noite fria e com um único cobertor fino, acordamos e nos reunimos no café-da-manhã. Os meninos se arrumavam já pro primeiro dia de shows, e eu e Davi não fomos. Ficamos fazendo hora, passeando pela pousada, que de dia já não parecia tão assustadora, e tiramos fotos. A prima do meu pai, a mulher mais linda da minha família (depois da minha vó), ligou pra gente, ela ia nos visitar! Ela mora num interior perto, e apareceu lá na pousada com seu marido e dois filhos. Eu vou ser igual a eles quando crescer, moldo minha vida baseada na deles, pode crer!!!! Almoçamos numa churrascaria, enquanto eu contava as novidades do último ano da minha vida, desde a última vez que nos vimos, e eles contavam suas histórias, em meio de interrupções dos seus filhos que queriam alguma coisa...

Voltando para a pousada, ligamos pra Carlinhos, o taxista que nos levou de Campinas pra Itu, e dessa vez ele iria nos levar pro centro histórico de Itu!!! Típica cidade do interior, cheia de história e de pessoas simpáticas. As piadas com o exagero de Itu são sempre engraçadas, e comprei uns souvenirs clássicos, e tirei fotos clássicas também. Como é clássico das minhas viagens, tiiinha que conhecer o shopping local, que é uma gracinha, e tem lojinhas bem legais! Pena que a farmácia só vendia Risqué e Colorama (ops, isso é assunto pro outro blog!)

Jantamos a pizza da pousada, e enquanto esperávamos ela ficar pronta, uma criatura que se achava cantor, começou a fazer uma apresentação no restaurante. Negócio bizarro, tão bizarro que pedimos pra embalar a pizza pra viagem e fomos comer no quarto!!!

Eis que chega o domingo, nosso primeiro dia de shows!
Dia de Joss Stone, Sublime + Rome, Dave Matthews Band, Regina Spektor, Capital Inicial, Jota Quest, e outras bandas aleatórias. Dia também que revi minha amiga-irmã, meu pitu, Karina, depois de mais de 1 ano e alguns meses sem nos vermos. Muita felicidade estar com ela a tarde e a noite toda, parecia que todo esse tempo não tinha passado, e relembrar piadinhas antigas é sempre uma delícia!! Depois de tudo o que ela passou esse último mês, eu precisava mesmo vê-la e saber que ela estava 100%, da sua maneira, claro, mas é isso ai. Estávamos com nossos relógios iguais, e falávamos frases iguais, e a sintonia era visível. Dei a ela uma pulseirinha com os dizeres: "Friendship is the only cement that keeps the world together" que é tipo muito "nós"!!!
A piadinha do dia foi tentar cantar a única música do Sublime+Rome que a gente sabia, e que por acaso é muito legal... aquela: "I don't practice santeria..." e nem isso a gente sabia, virava algo como "nananannnana santeria..." E quando eles finalmente tocaram isso, foi uma farra!!!!!! :P

A noite acabou tranquila, mas triste por ter clima de despedida do pitu, mas tudo bem porque já estamos (ou deveríamos estar) acostumadas.

A segunda-feira era mais importante pra mim, era o dia de Incubus e Linkin Park... ok, tinham outras bandas legais também, mas nada comparado ao que essas duas bandas representam pra mim!!! Chegamos um pouco mais tarde e isso fez com que pegássemos uma fila maior do que a do dia anterior. Nada que fosse tão ruim quanto o fato da policial que me revistava, pôr a mão DENTRO do meu sutiã e pegar LITERALMENTE nos meus seios, o que resultou num grito histérico meu com a palavra "porra", e uma risadinha da parte dela. Nesse dia pudemos caminhar mais pelo festival, ir nos outros palcos e nos divertimos horrores.
Encontramos Rai, o ex-namorado da minha cunhada e que não tive a oportunidade de conhecê-lo melhor, mas sempre que o encontro pelas ruas, ele é sempre legal. Também vi Dani, amiga de blog, e Andrézão, amigo da minha cunhada e fã louco de Incubus, a última vez que nos vimos foi há 3 anos naquele show de Incubus em SP. Enquanto estava pedindo meu hot dog, uma voz muito conhecida me grita "iai piriguete" e quando viro de costas levo o maior susto da história e meu único reflexo foi o abraço que dei, que deve ter durado 1 seg, mas se fosse pra me recuperar do susto, duraria mais 30min.
-- essa parte vamos pular, pois esse blog já não aguenta mais esse lenga-lenga --
O show de Incubus foi perfeição, fazia tempo que não os ouvia, e ver o Brandon de novo só me fez voltar no tempo... aiai! Em Queens of the stone age, eu fiquei sentada no chão metade do show, e a outra metade fiquei pulando pra afastar o frio. Pixes eu fui comer de novo, e fazer xixi e me preparar completamente pro próximo show.... Linkin Park, o sonho da minha adolescência finalmente se concretizou, e eu devia ser a pessoa mais feliz naquele festival todo aquele momento!! Mesmo tendo que assistir o show de longe, foi pura magia e vendo o Chester, meu coração batia loucamente, talvez mais do que quando levei o susto... ou não.

Anestesiada e com o olho manchado ainda de maquiagem, voltei pra casa, pro meu calorzinho e pra minha vidinha longe do pitu e daquilo tudo!!! UI

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Terapeuta

Queria xingar muito no twitter agora, mas seus caracteres limitados não me permitem.

Me magoei muito ontem, e sei que foi idiotice. Na verdade eu sempre fico magoada por coisas que quem vê de fora acha coisa pequena, mas pra mim importa e muito!! (vide o fato ocorrido há um ano atrás, e que hoje se materializou num dos amores da minha vida)
Só sei que depois de ontem acordei diferente, mais fria e calculista, sem aquele amor no coração que me faz fazer tanta besteira e levar tanta patada dos outros. Sei que não sou assim e provavelmente amanhã eu esteja babando por alguém ou alguma coisa. Mas pelo menos hoje enquanto ainda estou afetada pelo egoísmo e inveja de certas pessoas, vou tratar do que é meu, dos meus sonhos e do que importa pra mim. 

Ok, estou em dúvida do que seria 'o que importa pra mim', afinal sempre tive o fator 'amor' por trás de tudo que eu desejaria. Sim! 
O amor está por trás do fato de eu querer trabalhar mais e mais esse semestre, só pra poder ter dinheiro suficiente e ir pra São Paulo ver minha amiga irmã, e também para repetir toda aquela cena de 2007 em que eu não aprendi e tô afim de quebrar a cara de novo.
O amor que eu dedico a um blog, e à leitoras que ligam o computador esperando que tenha algo novo numa página de internet, e que ao mesmo tempo não ligam se eu estou feliz, triste ou se sei lá.... meu cachorro morreu.
Entre outras coisas, eu não sei se o que importa pra mim é realmente o que quero, ou se é resultado da minha personalidade frágil que é só receber um sorriso que já acredita em tudo.

Estou confusa hoje, até nos textos.

domingo, 20 de junho de 2010

Eu acho é graça!

Com esse negócio de twitter, eu ignorei totalmente a existência desse blog. Além do que, há um ano atrás eu era uma pessoa mais desocupada, bem mais!!
Mas o twitter só tem 140 caracteres, e no meu outro blog, não posso dar chiliques por ai! Hahahahaa então resolvi relembrar os velhos tempos, e voltar aos poucos a escrever aqui, pelo menos naquela semaninha joinha do mês em que estou de tpm e quero gritar loucamente até a África ouvir. (Só falei "África" porque tá na moda).
Acho muita graça do MILHÃO de coisas que acontecerem em apenas 12 meses!!! :o
Só por alto, o que lembro agora: arranjei emprego, o blog começou a fazer sucesso, fiquei mais perto do meu sonho de trabalhar com moda, emagreci 11kg, tirei a vesícula, curei meu útero, troquei de carro, fui pra colômbia, comecei a estudar espanhol, saí no jornal, fiz 21 anos, Maria Clara nasceu, conheci 3 namoradas do meu irmão, e só fiz aumentar minha coleção de esmaltes... UFA! kkkkkkk
Por falar em velhos tempos, ri horrores com meu último post!!! A quem interessar possa, aquele drama todo já se resolveu, e o mundo não acabou, continuamos vivos, e tal! Muita coisa mudou, é fato, e ainda vai mudar, mas minha visão atualmente é bem otimista e sei que sou superior a tudo isso.
É, vai ficar na subjetividade mesmo, não vou dar nome aos bois, mas se quiserem saber é só marcar um encontro comigo que eu falo. Na verdade, o brasil todo já sabe :P

Por enquanto é só, quando eu tiver precisando desabafar, eu volto pra incomodar a blogosfera ;D

segunda-feira, 15 de março de 2010