terça-feira, 28 de outubro de 2008

Viagem

Agora que faltam 40 dias, e é pra valer, tô começando a perceber o lado ruim da minha ausência nesses três meses que virão.
Nem preciso falar de Davi né, mas além dele, sentirei saudade de tanta gente! Papai e mamãe, irmão chato, amiguinhas, amiguinhos, etc, claro.
Ando preocupada com Marina, minha vizinha de 1 ano e meio, tenho medo dela não me reconhecer mais quando eu voltar, isso vai acabar comigo! E quando passo a semana sem vê-la já fico louca de saudade, imagine! Haha.
Tem o vestibular do meu irmão! Não vou estar aqui quando ele passar na(s) faculdade(s). Nem na matrícula dele. E nem vou comprar o material escolar dele! [Toda nossa vida escolar, eu que comprava o material dele, porque eu a-do-ra-va/adoro comprar essas coisinhas, e pra ele tanto faz, então sempre me divertia escolhendo as coisas dele]
Me preocupo também com as pessoas de longe, que estarão aqui. Tipo Michele que como todas as férias vem de Teresina pra cá, e dessa vez não estaremos juntas. Luana também, que vai ficar sozinha aqui nas férias, sem a irmã e sem mim, ambas juntas lá longe. E mais uma pequena listinha de pessoas importantes, umas mais importantes que outras, e que vivo na fronteira do querer ir e não querer ir quando penso nelas, ou naquela pessoa em específico que esperei o ano todo pra vê-la. Mas tudo bem [ou não].

A questão é que ao mesmo tempo que falta muito, falta pouco.
Outra lista, bem maior do que a anterior, é a de coisas pra fazer antes do dia 5 de dezembro. Com relação a tudo! Passar nas 5 matérias na faculdade, inglês, ttc, francês, aulas de help, dar duas aulas de verdade na minha última avaliação [semana que vem AAHH!], mala(s), despedidas, deixar tudo no seu devido lugar e na sua devida paz, pra que eu possa ir tranquila e tal.
O que me consola é uma frase que tá quase virando um mantra: "No fim, vai dar tudo certo." Então tô deixando as coisas fluírem por si só, deixa-a-vida-me-levar-vida-leva-eu.

E já que o orkut me disse hoje: "Divida sua felicidade com os outros hoje mesmo", vou dividir o segredo da minha felicidade de ontem de hoje: CD DAS SPICE GIRLS BEM ALTO NO SOM DO CARRO NA FAIXA 1: WANNABE!!!!!

HAHAHAHA ;*

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Pequenas coisas da vida

Ai, tô tão na paz!
Claro que depois de um pequeno estresse com relação às eleições, mas resolvi rápido o problema apenas ignorando-o. Rá!

Pequenas coisinhas contribuiram para meu estado no momento.
Tipo o almoço gracinha ontem com sogros, amigos deles, dona Lúcia sucesso da Bahia com suas histórias, e meu gordito.
Tipo o esmalte novo que comprei, lindão! E tipo o bônus de 50 reais que Davi me deu pra eu comprar algo pra mim na Siberian *-*
Ah, e essa vai pra Chu: tipo a proposta da minha sogra pra eu fazer minha festa de despedida em nada mais nada menos do que... você-sabe-onde!!! Afinal, eles pagam a fortuna do condomínio e ele precisa ser desfrutado! HAHA
Aii, e a ótima de hoje foi que acordei com o rádio tocando como sempre, e ouvi no 'a tarde fm' que hoje era feriado. Tipo hã? É, amanhã é dia do servidor público e o governo ou foi a prefeitura sei lá, adiantou ele pra hoje, então quer dizer que eu não tive aula na faculdade HOHO.
Então fui dar uma de Jarbas com gordito, e acabei conhecendo ninguém mais ninguém menos que... Tatti Moreno!! :o
Ok, pra quem não sabe ele é o artista plástico que fez os orixás do dique, aquele que tem um tapa olho, no olho. [dã]
Chiquérrimo, só no gramour!

Aqui estou eu, depois de pintar as unhas, que por acaso estão um arraso vou fazer sucesso no acbeu hoje HAHA. E o dia tá lindo hoje!
Tô apaixonada, não tô com fome, não tô com vontade de fazer xixi, não tá calor, não tá chovendo, ninguém brigou comigo e eu não tô estressada com as mil coisas que virão essa semana! Então tá tudo bão.
Ah, claro, tem a dor no estômago, mas depois de uma semana convivendo com ela, aprendi a tolerá-la.
Beijos, não me liga depois das 9 porque tô vendo cqc ;*

domingo, 26 de outubro de 2008

Sabadão

Dormir até 14h foi uma maravilha! Fazia tempo que não dormia tanto e descansava assim :}
Gui tá na cidade, então fomos comer doce com Paty na pracinha.
Depois tiramos um cochilo esperando Davi no prédio dele, e fiquei em casa com dor no estômago sendo mimada pelo meu homem até Chu chegar e irmos comer temaki delícia de mãe.
Ri horrores, foi sucesso.

Hoje ninguém merece ter que atravessar a rua e ir votar ou na bosta ou na merda, preciso escolher o menos pior dos dois ainda!



eu arrumando o cabelo e esperando paty em frente ao prédio dela.

sábado, 25 de outubro de 2008

Arezzo

Preciso compartilhar com o mundo o meu amor por essa marca!
HAHA
Péssimo, eu sei, mas cããrãã...
Estava eu ontem no Iguatemi com minha mãe, depois de mil ans sem ir lá e de mil anos sem passear de bobeira num shopping com mamãe, e ela estava com um super bom humor! Adoro! Então ganhei várias coisinhas e tal, e quando estávamos indo pegar o carro, descendo na escada rolante do terceiro para o segundo andar, eis que avistamos a vitrine da Arezzo: 'promoção' e 'até 50% off'
:o
Nem falamos nada, nós duas vimos, e nós duas fomos guiadas quase que por hipnose até a porta da loja, nem pensamos duas vezes até que entramos e fomos para o lado direito da loja, que é onde ficam os pares 37 [da mamãe] e os 38,39 [meus].
Já que a promoção tinha começado na quinta, ainda tinham vários pares bonitos, e eu devo ter gamado em uns 3...
Mas eis que o vi, ele me viu, trocamos olhares penetrantes. Eu o peguei, ele carinhosamente acariciou meu pé, e pronto! Amor a primeira vista! Não o larguei mais! Sério, só tirei o sapato quando enfim minha mãe decidiu levá-lo pra mim, então eu tive que dá-lo pra moça fazer a notinha! HOHO!
Tô feliz, autu astrau, e coisa e tal...

Tirando apenas pelo meu estômago que tá me matando loucamente desde segunda-feira, e não pára! Mas tô bem! ;*

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

O mais belo dos belos

não é o Ilê aiê, e sim o meu amor!



Cãrã, incrível como o mundo pode acabar, mas com ele do meu lado o mundo com certeza acaba bem alegre! Hahaa
Por mais corrida que a vida esteja, por mais problemas do dia-a-dia que enfrentamos, quando estamos juntos parece que nada disso existe, e com um abraço tudo parece ter solução.

Incrível também como eu tô horrorosa nessa foto, e ele tá um pouquinho estranho, mas nós dois juntos estamos a coisa mais linda do mundo! :}

Te amo, gordinho!

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Pra você

C'est quelqu'un qui m'a dit que tu m'aimais encore,
Serais ce possible alors?


Pra você, que um dia foi real, e hoje é só sonho.
Pra você, que continua tendo seu nome escrito com minha melhor letra nos cantos dos meus variados livros e cadernos.
Beijos, fica bem.

Saga do visto

Agendei minha entrevista para as 11h da manhã, porque tava com medo de não conseguir acordar e tal, então 11h era confiável eu conseguir chegar a tempo.
Cheguei lá às 10h, uma fila enorme do lado de fora.
Depois de me informar que aquele era mesmo o lugar que eu tinha que ficar, entrei na fila. Pra passar o tempo e o calor, comprei uma água.
O sol tava nas nossas cabeças! Era de matar!
Já que era dia do comerciário, só uma loja de conveniência de um posto estava aberta, e quem sentia fome ia fazer uma boquinha lá.
Na minha frente tinha uma família de fortaleza que ia passar as férias em NY, atrás de mim tinha um cara de Campinas, mas que morava em Manaus, e que tava em Recife a trabalho então aproveitou pra renovar o visto. Atrás desse cara tinham duas meninas de Fortaleza, que iam trabalhar no Colorado. E atrás delas tinha uma mulher que ia trabalhar no Texas...
E por ai vai, fiz vários amiguinhos pra ver se o tempo passava mais rápido.
Por volta das 11:30, começaram a chamar os agendados para as 10h!!!!!
Imagina a situação.
Eu sei que eu entrei eram mais de 13h, por ai.
Tomei um café da manhã reforçado, então quando eram umas 12:30, eu ainda não tava sentindo fome, mas às 13h eu já sentia!
Mas não podia sair da fila porque poderia ser chamada pra entrar a qualquer momento!! :/

Bom, fui chamada, apareci na guarita, o cara me pediu meu 156 com a foto.
Eu dei, ele me perguntou se eu tava com o 157 e o 158 preenchidos, eu disse que sim, mas ele só perguntou, não queria ver.
Então eu entrei, tirei minha bolsa e tal, fui revistada, passei pela paradinha de detector de metais, e minha bolsa passou pela paradinha que tem nos aeroportos,
de olhar o que tem dentro.

Ai sentei numa das poucas cadeiras vazias que tinham no pátio.
Pelo menos lá era sombra e tinham ventiladores.
Nessa hora eu já tava agonizando de fome! Uiuiui!
Chamaram meu número: 673
Entrei na casa, no consulado em si, ai lá dentro deixei o celular com uma moça logo na entrada. Passei por outro detector de metais, e entrei.

Lá tinham duas mesas com duas atendentes, sentei em uma delas e a moça me pediu alguns documentos básicos.
Voltei pro pátio, esperei mil anos... Ai me chamaram pra tirar as digitais.
Voltei pro pátio de novo, esperei mais mil anos lá.
Eis que me chamam, entro na casa de novo, e fico lá agora esperando chamarem meu número lá dentro, que ai sim eu seria entrevistada. Demoraram pra chamar, mas chamaram.
Tinham 3 boxes, tipo guichê, o da esquerda era uma senhorinha de no mínimo 60 anos, meio carrancuda e surda, o do meio era um senhorzinho um pouco mais novo, que implicou com uma moça um pouco antes, e da direita era uma moça mais jovem, que alguém me disse que estava grávida mas eu nem vi, diziam que ela era a mais simpática.

Quando me chamaram, era o box do senhorzinho. Gelei um pouco mas me mantive tranquila.
Ele olhou pro papel, olhou pra mim e falou:
[M - moço ; L - Lays]

M: Olá senhorita Lêis... é Lêis?
L: Lays...
M: Olá senhorita Lays, vou te fazer umas perguntas e preciso que a senhorita seja bem honesta, ok?
L: Ok...
M: A senhorita tem algum parente ou amigo na Flórida??
L: Não.
M: Ok... a senhorita tem quantos anos?
L: 19.
M: Qual seu curso da universidade?
L: Ciências Sociais.
M: Muito bem... O que seus pais fazem?
L: [eu disse...]
M: Natura?!
L: é... de cosméticos...
M: Ah sim! Tem uns sabonetes, perfumes, conheço...
[acho que nessa hora que ele simpatizou comigo haha]
M: E seu pai, trabalha onde?
L: [eu disse]
M: Ok... a senhorita pretende chegar quando na Flórida? E ficar quanto tempo lá?
L: Minhas aulas lá começam dia 8 de dezembro, então pretendo chegar um ou dois dias antes. E elas terminam dia 27 de fevereiro, então devo voltar um dia depois.
M: E vai morar onde lá?
L: Vou ficar no alojamento da própria escola.
[ele olhou no papel, viu o nome da escola...]
M: Ok senhorita Lays, vou lhe conceder o visto para os Estados Unidos da América. Agora é só ir aqui ao lado, tem um caixa para a senhorita pagar a taxa de estudante.
L: Ah, brigada. Tchau!

TCHARAM!
Tudo ficou mais colorido na minha vida, mesmo com a fome que ainda dominava meu ser!
Fui no caixa, paguei os 40 dólares.
Sai, fui em direção ao mocinho dos correios, preenchi o envelope com meu endereço e tal, paguei 20 reais pro sedex mandar meu passaporte, e ai então eu sai, peguei meu celular de volta e finalmente sai daquele lugar!
Isso já eram mais de 16h!! :~
Tava quase desmaiando de fome, derrubei meus papeis umas duas vezes de tão fraca que eu tava! Hahaha
Meu pé tá com a marca da sapatilha que eu tava usando, tipo, em cima tá bronzeado sacou?! hahahaha

É, sofri cara! Mas pelo menos tudo terminou bem, ou quase bem.
Porque depois dessa aventura, acabei ficando com uma enxaqueca dos infernos acho que por causa do sol e também por ter almoçado às 17h.
Fui pro aeroporto às 20h, demorou um pouquinho lá na sala de embarque, e eu ainda passando mal.
Acabei vomitando no saquinho dentro avião, e a aeromoça foi legal comigo. Mas como eu odeio aviões! Nunca consigo viajar em paz, sem pensar que vou morrer, qualquer turbulência eu me assusto... aff! Sem falar na hora de decolagem e do pouso!!!
Cheguei em casa passando mal ainda, me joguei na cama, e hoje tava sem forças. Não fui pra faculdade graças a deus, e estou aqui agora arrumando minhas coisas. Tenho duas provas amanhã então o negócio vai ser difícil por aqui.

Ai! Agora é pra valer! :]

domingo, 19 de outubro de 2008

Recife

Estou em Recife, cheguei ontem a noite e amanhã vou tirar meu visto [ou não].
Então pensamento positivo, volto amanhã à noite.
;D

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

A Favorita

É inevitável, me desculpem, mas assisti a novela 2 vezes essa semana, e normalmente só assisto uma vez, então estou super 'in' nos babados.
Então preciso filosofar sobre um causo. Ou contar um caso e filosofá-lo.

Bom, o negócio é que desde que a Catarina [Lilian Cabral] se revoltou, saiu de casa, depois perdoou o marido, voltou pra casa, e começou a trabalhar no restaurante, todo mundo sacou qual era a dela com a loirinha bonitinha que não sei o nome. Amizade colorida, cheia de elogios, olhares meigos uma com a outra... tava óbvio!
Achei que já era fato consciente da família daqui que assiste a novela [papai, mamãe e eu]. Eis que hoje tava numa cena das duas, conversando e dando risadinhas, e meu pai solta um grunhido: "Essas ai vão ficar juntas no final".
E minha mãe solta uma exclamação: "HÃ?! O QUÊ!?", que na verdade queria dizer: "hã? isso existe? e pode isso é?"
Só soltei um "tsc..." e ela me veio com olhares e me perguntando se eu já sabia. Disse que óbvio, tava na cara e só ela que não tinha visto. Ela insistia em perguntar como eu sabia e ela não, [afinal, eu sou a mongol inocente né] e afirmava veemente que eu tinha lido isso numa revista de fofoca.
Continuei dizendo pra ela apenas aceitar o fato e me deixar ver o resto da novela. Mas nããoo! Minha mãe não consegue, ela deu no mínimo umas 5 olhadas, de 30 min cada, pra mim, enquanto eu estava na paz de cristo vendo minha novelinha. Do tipo, aqueles olhares de: "ai, minha filhinha cresceu e já tá vendo essas coisas! Como eu não pude ver e ela sim?", como se ela não soubesse o meio em que vivo e as pessoas com quem convivo.

Na verdade ela realmente não sabe, afinal ela só apareceu no meu campus uma vez, durante as férias, quando fui pegar uma prova de Total I, e fica achando que compreende meu dia-a-dia. Nem ela e nem meu pai nunca acharam estranho eu não ter amigos na faculdade, acho que pra eles é melhor mesmo que eu não tenha porque ai não preciso sair de casa pra alguma festinha com eles ou algo do tipo. Mas é, eu não tenho amigos na faculdade, aquele lugar onde todos sonham estar, e imaginam mil coisas que podem fazer com seus novos amigos adultos e intelectuais.

TSC, lá vai eu levando o post pro lado das reclamações da faculdade. Que saquinho!
Na verdade o post ia ser sobre meu dia mais do que lotado, e minha falta de paciência com certas pessoas, mas depois desse episódio da minha mãe, tudo ficou relevante comparado a este causo :B

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Incubus



Hoje fez um ano do show mais lindo da minha vida, e que faz parte da fase mais linda da minha vida [ou não].
E apesar de tudo, sim, faria tudo de novo!

Cólica

Nunca fiquei tão feliz com uma cólica como fiquei hoje.
Ok, depois de umas horas de dor from hell, ela perdeu a graça, inclusive agora não tá tendo graça nenhuma. Mas tô feliz por ela estar aqui ao invés de outra coisa [haha].

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Busu

Ai Deus!
Tirei minha carteira de motorista em janeiro desse ano, mas pra eu pegar o carro foi uma dificuldade posta por mim mesmo, por ter medo desse trânsito maluco daqui. Então durante o primeiro semestre usava mais o carro pra sair nos finais de semana e lá pra junho foi que ia mais pra faculdade e tal, mas ainda dividindo com meu pai.
Esse semestre, desde agosto, não peguei ônibus nem um diazinho. Só fazia levar e pegar meu pai no trabalho e meu irmão no colégio e cursinho e pronto, o resto o carro era todo meu, bebêzinho de mãe. Quando meu pai precisava do carro por algum motivo, ele usava o carro da minha mãe, ou era minha mãe que o levava pro trabalho.
Eis que ontem à noite ele disse que iria precisar do carro, e minha mãe não poderia levá-lo porque ele ia sair de casa cedão. Quer dizer então que Lays voltou ao seu momento pobre way of life e pegou o bom e velho transporte coletivo rumo à faculdade. Mal acostumadíssima, mal respirava subindo a ladeira da faculdade, tô super fora de forma, aff! Cheguei lá toda suada delícia de mãe, e depois fui pro outro campus andando e pá, solzinho na cuca... Terminando a aula eu tinha que andar pra caramba pra ir até a orla pegar meu busu, quem disse?! Peguei dois ônibus! Hahahaha mas mesmo assim o segundo busu tava lotadasso sucesso da bahia, todo mundo em pé compartilhando dos seus respectivos cheiros de corpo.
Pra completar, quando o busu tá chegando perto do meu ponto, chove! Parecia de propósito! Nunca chove, só hoje! Ai ainda pego uma chuvinha básica subindo a ladeira pra chegar em casa... Uiui!

Mas eu supero, eu supero. Cheguei a-ca-ba-da em casa, e meu pai olha pra minha cara de desespero e diz: "É... é bom às vezes pra valorizar!" Hahaha
Tudo agora está bem, estou no quentinho do meu lar, vou pintar minha unha e ir pro acbeu de carro, feliz, alegre e contente!

sábado, 11 de outubro de 2008

Playboy

Meu sabadão foi ótimo, obrigado. Mas o foco aqui hoje vai ser sobre uma situação que precisa ser narrada e discutida.

Estava eu no shopping barra com meu amor e ele resolve cortar suas madeixas porque estavam grandes, íamos a uma festa e ele queria estar gatinho. Entrando no salão, que o térreo é masculino e o primeiro andar é feminino, topei com uma mini-torre de revistas. Pensei logo na utilidade delas, pois teria que ficar esperando Davi no barbeiro e as revistas fariam o tempo passar mais rápido e melhor.
Engano meu, pois continuando meu caminho rumo à cadeira onde o barbeiro de Davi apontava pra que ele sentasse, me deparei com vários homens e vários barbeiros cortando os cabelos destes homens, cujo estavam simplesmente se deliciando numa revista Playboy.
Sim, cena incrível e no mínimo curiosa! Homens sentados em cadeiras de salão, passando as páginas da revista onde tinham vários tipos e posições de mulheres semi ou completamente nuas. Todos sérios, concentrados na leitura, e o mais incrível era a cena do barbeiro cortando cabelos ou fazendo barbas enquanto isso. Haha, muito louco cara!
Primeiramente porque qual a utilidade de um homem ficar vendo mulher pelada, se ele não pode fazer nada além de olhar? Sim, porque só imagino uma utilidade pra revistas deste tipo. Davi tenta me explicar que na revista tem umas matérias interessantes nas últimas páginas, mas eu não caio nessa. Mentira, já dei umas lidas e realmente são interessantes e pena que não seja a revista toda, mas de todo jeito tudo isso me intriga!
Outra coisa interessante é a falta de pudor dentre os homens. Nos salões preferencialmente femininos, Caras, Quem e Contigo dominam! Às vezes aparecem umas revistas de estilo de corte de cabelo ou uma revista Nova e tal. E mesmo assim quando uma mulher lê a Nova, ela sempre passa batido da página sobre sexo, ou no máximo dá uma olhada mas vira a página logo e dá uma espiada pra ver se ninguém a viu 'cometendo tal pecado'! Haha
Mas bom, que eu contei, lá tinham umas 4 revistas só da Giselle ex-bbb, e uma delas estava nas mãos do meu homem. Dei olhares matadores pra ele, principalmente enquanto ele passava por páginas digamos inúteis, e não sei porque nelas ele sempre virava mais rápido, acho que pra que eu não visse o que ele estava vendo.

Aiai, depois dizem que as mulheres é que são difícieis de compreender. Tsc!

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

São Paulo

O mundo todo resolveu ir pra lá esse final de semana, e não foi apenas Chu e sim pelo menos umas 3 pessoas por ai.
Ok, tudo bem, tanto faz, até porque não tô nem ai [até parece, haha] só porque amanhã faz um ano que fui pra lá pro show de incubus. Show este que agora posso dizer que foi um motivo de simples aparência e conveniência, tudo muito bem planejado e mascarado by me, num dos meus planos maléficos pra dominar o mundo [mas claro que nunca serão melhores que o de Tassia]. Não que eu não goste da banda... amo até hoje, cada música me faz lembrar de cada situação da minha vida, e com certeza faria tudo [ou quase tudo] de novo, menos ouvir loucamente todos os cds porque isso normalmente tem me deixado melancólica e nostálgica, não é muito saudável. Mas faria sim tudo de novo, e infelizmente pelo mesmo motivo, e quebraria a cara de novo, e pelo mesmo motivo.

Ai, esses assuntos são tão 'friday night com sono e sem namorado'!!
Na verdade não fiz nada de interessante além do usual ttc - pegar irmão no colégio - almoçar - pintar a unha do pé assistindo o finalzinho de desperate housewives e depois o brazil's next top model, etc.
Mas fui no oftalmologista e como sempre há 2 anos meu grau não mudou, thanks god, e depois peguei o irmão no colégio. Fizemos uma festinha com pizza, coca e doce de leite, assistindo two and a half man, e aliens in america, até os pais chegarem e mandarem arrumarmos as coisas.

blé!
Preciso de um sorvetinho na pracinha amanhã às 4 da tarde com meu lindo, pra repor minhas energias e matar a saudade! :}

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Mil coisas...

Ai, semana corrida. E ainda não terminou, estou fazendo um texto pra entregar amanhã na aula de ttc e tal...
Mas altas coisas aconteceram. Tipo eu ganhar um presente indiretamente de uma das pessoas que mais amo; dar aula de inglês pra um senhorzinho muito fofo, que me elogiou dizendo que sou uma boa professora hihi; levar bronca de uma mãe porque só dei 20 min de aula pra menina, sendo que o nosso tempo era 30 min, e a menina se atrasou 10 min, eu não podia fazer nada pois tinha outro aluno logo depois, mas já superei essa; e coisas do tipo.

Hoje meu dia foi paulêra! Big prova de política III, todos os assuntos desde agosto até semana passada, matadora, 3 questões cabulosas que renderam 3 folhas de caderno frente e verso, mas penso eu que pelo menos uns 7 eu tiro, mas eu mereço mais porque essa é a única aula que vou feliz, a única aula que não cochilo apesar de ser às 7h da manhã, a única aula que estudo nos finais de semana; então ela precisa ser a única também a me dar uma média 9 no final do semestre né!? :B
Bom, depois tive uma aula de antropologia simbólica, a matéria que mais odeio esse semestre, e até que a aula não foi ruim, até participei [uia!], fiz uma intervenção pra ligar o que o professor estava falando com alguma coisa relacionada à moda, e algumas daquelas pessoas que riram de mim quando eu disse que queria fazer moda, estavam lá, e olharam diretamente pra mim enquanto eu falava coisas lindas e tudo a ver com o assunto que discutíamos. RÁ!
Filei a última aula inútil pra comprar remedinho pra Davi, levei no trabalho dele, fui no banco resolver umas paradas que me tomaram 30 min, depois peguei irmão no colégio e vim pra casa. Almocei e assisti o segundo episódio da 5ª temporada de Desperate Housewives (L), e fui direto pro acbeu dar aulinhas de Help de 3h às 5h.
Sucesso da bahia, sai de lá e fui pegar Davizinho no dentista, fomos então rumo ao Othon num evento de recursos humanos e tal, sucesso, e que tem uns quadros dele expostos lá. EIS que lá, quem eu encontro? Minha musa inspiradora, minha ídola, meu modelo de vida: Rosana.
Ok, quem ser? Rosana é/era gerente da loja da Zara do iguatemi, a vi pela primeira vez na SIM do ano passado e o que me chamou atenção foi o vestido branco super 'it' que ela usava. Depois a via na Zara sempre que ia comprar algumaS coisinhaS lá, e o cabelo dela me encanta, meu sonho é um cabelo assim, e o sorriso também, que sorriso! Encontrei ela em alguns lugares da vida por ai, e hoje a vejo com uma blusa chiquérrima, uma calça preta básica, um sapato básico e uma bolsa... ai que bolsa, e o cabelo cortado, mas do mesmo jeito lindo de sempre. Ai!
Mas eu tava/tô com enxaqueca então nada lá prestava, então fiquei um pouquinho e quando deu 7h voltei pra casa, mas com uma paradinha esperta no Burguer King com meu gordinho, e pronto.
Chego em casa e em cima da mesinha está meu formulário lindíssimo sobre minha aceitação na escola, e um documento a ser apresentado no consulado e tal. Lindo e maravilhoso! Ui ui ui!

Agilizar aqui porque a noite é uma criança que precisa dormir :B

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Ok...

Fiz um post ontem à noite, contando do meu dia, o quão divertido foi minha eleição, e com fotos de Gustavo o filhote de Juli.
Mas ai quando tava terminando Davi chegou aqui em casa e eu estava com tanta saudade que sai correndo e deixei o computador sozinho. Depois só voltei pra ele quando empurrei o botão de desligar por estar com tanto sono que não tinha condições de desligar o computador todo bonitinho.

Então aqui estou depois de uma aula inútil de antropologia III, a qual um dia eu vou filmá-la, pra todos verem as caras de si mesmos. Teve uma hora que dei uma olhada panorâmica pra sala e ninguém, eu disse, ninguém estava olhando pro professor. Uns liam o texto que ele passou, outros liam outro texto de outra matéria, outros olhavam pro além, outros cochilavam, outros conversavam. HAHA.

Bom, ai vão fotos de Gu e da lembrancinha do nascimento dele.
Então tchau, que hoje é um dia de relembrar, mas não quero fazer post sobre isso e nem pensar sobre isso. Bessos.


Gu, delícia de tia!


Uruguai - Brasil (o papai é uruguaio)

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Eu tô filis, eu tô autu astrau!



Olha que coisa mais linda de mãe! A confirmação da minha matrícula lá nos estates! :D
E não é só isso! Também recebi a notícia de que eu e Karina vamos ficar no mesmo quarto, together!!!! Cara, muito feliz.

A semana foi difícil, bem hard mesmo. Mas ela já acabou, e tipo, minha semana acaba na quinta à noite né... Mesmo eu tendo aula do ttc sexta de manhã, e mesmo tendo que dar aula particular pra senhorinha à tarde; nada disso se compara ao fardo da faculdade, então quando termina eu tô feliz!
Meu 'final de semana' começou então na quinta à noite mesmo, com a festa da inauguração do Vale do Loire, um dos prédios mais lindos de Salvador, e claaaro que eu tinha que ir, mesmo depois de um teste oral péssimo de francês, e de estar acabadona. Cãrã, que prédio lindo! Que festa linda! O apartamento é realmente enorme, tinha um aberto lá no 21º andar e entrei com Davi, a sala é enorme, a cozinha nem se fala, se minha mãe visse ia se apaixonar. Os quartos nem são muito grandes, deve ser do tamanho do meu ou um pouco maior, mas todos tem suíte, e a suíte principal... mel dels! O banheiro é enorme [adoro banheiros], e o que mais me encantou foi a banheira lindíssima com hidromassagem numa vista magnífica, tipo uma varanda no banheiro, e esse foi o momento que realmente babei. Ok, Davi tem que ir morar lá!

Acabei acordando hoje atrasada pro ttc, mas tudo bem, e depois de aventuras pela tancredo neves vim almoçar em casa e parti pra minha aula com Luiza, fofura! Hehe hoje nós treinamos aquele clássico diálogo: 'Hi, how are you? I'm fine...' e o tempo passou rapidinho. Aqui estou eu então, mais calma, mas não menos atarefada; só estou tentando esquecer um pouco das coisas da vida e tal.

Mas tô feliz! :D

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Já acabou?

Ai, só percebi agora que setembro acabou! :o
Foi tudo tão corrido, ando tão sem tempo pra nada, que meu mês passou voando e nem desfrutei muito dele. Mas tudo bem, porque parece que esse ano não foi setembro que fez valer a pena, e sim vai ser dezembro uiuiui!
Ééé, dezembro... ele mesmo!! Aquele mês que ano passado eu podia morrer pra que não chegasse; mas chegou, aquele dia passou, águas rolaram, mas continuo viva! E como o mundo dá mil voltas, é naquele mesmo dia que começa toda a felicidade! Haha.

Tô aqui num momento deprê, depois de ter dormido só 3 horas durante essa noite por causa de um maldito trabalho da faculdade; e de estar aqui com aquela preguicinha de depois do almoço olhando fotos e lembrando de um tempo bom quando meu cabelo era liso e eu tinha razões pra acordar de manhã.
Ai, quero ir pra são paulo. [indireta pra Chu, haha]